Entenda a tecnologia de Realidade Aumentada

O que é Realidade Aumentada?

O mundo digital vem ganhando cada vez mais espaço em diversas situações cotidianas, principalmente nas relações de consumo. A conexão do universo físico com o digital é um exemplo claro dessa sinergia. Desta forma, dentre as diversas tecnologias que possibilitam essa conectividade há a Realidade Aumentada.

Mais presente no dia-dia do que as pessoas imaginam, surpreendentemente, esse recurso é capaz de causar muito encantamento tanto em pessoas jovens quanto no público mais maduro.

Você sabe por que a Realidade Aumentada tem ganhado cada vez mais espaço nas estratégias das companhias? Leia este artigo até o fim e fique por dentro!

Leia também: Como o rótulo personalizado pode diferenciar sua farmácia!

Mas afinal, o que é Realidade Aumentada?

Trata-se de uma tecnologia que tem a finalidade de inserir elementos digitais no mundo real. A princípio, as informações são contextualizadas para ampliar a percepção do usuário sobre o mundo físico.

Um exemplo pioneiro e que marcou definitivamente o uso da Realidade Aumentada, foi o jogo Pokémon GO, lançado em 2016. Na plataforma, o usuário joga em um cenário baseado no mapa físico, a partir de sua geolocalização, para então caçar os personagens do perímetro.

Mas, além de seu papel na área de entretenimento, esta tecnologia vem ganhando espaço em diversos setores da economia. Além disso, oferece uma experiência de consumo de alto valor, que fortalece a relação marca e consumidor.

Inegavelmente, trata-se de uma tecnologia com diversas oportunidades em vista e um vasto mercado de atuação para explorar. De acordo com dados da Bloomberg Inteligence, os recursos relacionados a metaverso e mundo digital  devem movimentar mais de R$4 tri, até 2024.

Como aplicar Realidade Aumentada nas embalagens?

Sabemos que o rótulo de um produto é o canal ideal para oferecer uma experiência imersiva de consumo. Restringir sua função a apenas de proteção e preservação do produto já é algo que não cabe mais nos dias de hoje.

Atualmente, a embalagem tem função primordial na rotina do consumidor. Cada vez mais fornecer informações sobre o que adquirimos é fundamental – sejam dados da cadeia produtiva, e/ou recomendações de como descartar o resíduo. Portanto, sabemos que, ao passo em que o rótulo se torna mais simples, sem pesar tantas informações impressas, a realidade aumentada também pode ser inserida.

Essa tecnologia é capaz de encantar o usuário, oferecer todo o conteúdo de maneira interativa, facilitada e, muitas vezes, didática.

Exemplos de aplicação da tecnologia em diferentes mercados

Para ajudar os clientes a escolherem qual lata de tinta comprar, a Tintas Coral lançou um aplicativo em que o usuário consegue testar as cores que deseja. O sistema permite simular a aplicação do tom no ambiente real e, a partir disso, é possível tomar uma decisão, antes de finalizar a compra on-line.

Semelhantemente, o setor de móveis de decoração também aderiu a Realidade Aumentada. Algumas empresas oferecem este recurso para que os clientes tenham a oportunidade de checar se um móvel, por exemplo, vai caber no local pretendido.

Outro exemplo, são as intervenções urbanas que, ao espalhar QR Codes por edifícios e espaços públicos, ajudam os turistas a se localizarem, conhecerem a história e curiosidades dos pontos turísticos.

E tudo isso acontece em um simples clique na tela do computador ou ao tocar a tela do smartphone.

Leia também: Saiba como a Logística Reversa pode ajudar sua empresa!

Leitura de QR Code

Uma das soluções para usar a Realidade Aumentada nas embalagens é por meio do QR Code. Basta disponibilizar o código na embalagem para que o usuário escaneie o símbolo com a câmera do celular. No mesmo instante, ele vai interagir com o material oferecido.

Decerto, é uma tendência de mercado que algumas empresas já compreenderam ser indispensável. Mas, para que o cliente tenha uma boa experiência, é necessário utilizar a Realidade Aumentada de maneira que faça sentido na jornada de consumo. E não apenas agregá-la ao processo de forma vazia e dispensável. Do contrário, a marca apenas dificultou este trajeto para o usuário

Diferenças entre Realidade Aumentada e Realidade Virtual

É muito comum confundir ambas tecnologias. Para entender de forma simplificada, é importante compreender que a principal diferença está na forma como os dispositivos possibilitam vivenciar as experiências das duas realidades.

Desta forma, a Realidade Virtual o usuário utiliza óculos que o transportam a um ambiente 100% digital, para que fique totalmente imerso na experiência. Ele fica bloqueado por completo do mundo real.

Em contrapartida, a Realidade Aumentada inclui camadas de experiência digital à realidade, para que o usuário possa vivenciá-las de diversas formas. Seja por meio de uma tela de televisão, no celular, no vidro de um carro e, até, nos óculos de grau. Assim, o usuário tem movimento livre nas projeções de imagens que a tecnologia oferece.

Agora que você conheceu mais sobre o assunto, já pensou em inserir a tecnologia de Realidade Aumentada ou outras diferentes tecnologias em seu negócio?

O SINCPRESS tem expertise para indicar as melhores soluções de Smart Packaging, por isso, entre em contato com a nossa equipe para tirar todas as dúvidas e investir em um diferencial que vai potencializar sua operação!