A Economia Circular e as Embalagens Inteligentes

Economia circular no Smart Packaging
Economia Circular no Smart Packaging

A sustentabilidade é um dos pilares que tangem as Embalagens Inteligentes – já falamos sobre isso aqui. Agora, se examinarmos ainda mais esse universo, veremos uma série de ideias e tecnologias adjacentes que contribuem muito para as iniciativas do Smart Packaging. Um desses conceitos é o da Economia Circular. Vamos compreender um pouco dessa ideia hoje?

Leia também: Conheça os identificadores!

O que é Economia Circular?

Hoje, nosso sistema econômico é baseado no que chamamos, primeiramente, de economia linear. Ele consiste em extrair os recursos naturais disponível e transformá-los em matéria prima. Em seguida, há a manufatura, distribuição, utilização e, por fim, o descarte do item. Tal estrutura não só alicerça o crescimento econômico em recursos finitos, como de quebra é responsável pelo descarte de pilhas e mais pilhas de resíduos sólidos que demoram séculos para se decompor.

A economia circular propõe a quebra desse ciclo ao reduzir e, até, extinguir este descarte. Afinal, trata-se de uma nova forma de estruturar o crescimento econômico no futuro, sem que, para isso, seja necessário o consumo desenfreado de insumos naturais e não-renováveis. 

A ideia principal é o aproveitamento inteligente dos recursos utilizados ao longo do processo produtivo. Isso significa que qualquer etapa pode gerar matéria prima útil, não apenas para uma manufatura específica, mas para outras também. Na economia circular, o conceito de ‘lixo’ se torna obsoleto.

Leia também: O que é Eletrônica Impressa?

Qual é o papel do Smart Packaging?

Quando levamos esse conceito para as embalagens inteligentes, abrimos as janelas para um universos de tecnologias e soluções. É possível, por exemplo, pensar em embalagens que utilizam resíduos de outras cadeias para compor o seu material. Decerto, para que seja possível utilizar o substrato para outro fim, ele eventualmente terá que passar por um novo processo que o tornará mais adequado. 

O que irá variar a utilização de resíduos e o produto em si, o mercado, a infraestrutura e, principalmente, a demanda do mercado por este tipo de solução.

É importante destacar, neste caso, que a economia circular é adotada quando a mesma contribui, de forma colaborativa, com outros processos produtivos. Afinal, uma tecnologia deve surgir para solucionar problemas e não para trazer apenas superioridade tecnológica. 

O SINCPRESS possui expertise no desenvolvimento de soluções de Smart Packaging para grandes empresas. Oferecemos uma consultoria completa e conhecimento absoluto de tecnologias avançadas e modernas para o seu negócio. Deseja saber mais a respeito? Contact com a nossa equipe e veja como o Smart Packaging pode alavancar o seu resultado.