Embalagens inteligentes no mercado PET

Embalagens inteligentes no mercado PET
Embalagens inteligentes no mercado PET.

O mercado PET está amadurecendo na medida em que a relação do tutor com o animal de estimação se estreita. Diferente de antigamente, hoje o bem-estar do bichinho tornou-se importante e cada vez mais eles são tratados como membros da família.

Dessa forma, existe uma vasta oportunidade de aperfeiçoar os produtos consumidos pelo animal de estimação. E as tecnologias de embalagens inteligentes podem contribuir – e muito – para este cenário.

Nesse sentido, uma ida ao pet shop passou a ser tão criteriosa quanto ir ao supermercado fazer a compra do mês. O consumidor tem comprado mais e escolhido com mais atenção o produto que oferece ao pet. Como resultado, as empresas do setor passaram a cuidar melhor de sua reputação. E isso inclui desde a fase de produção do item comercializado, até as práticas adotadas com seus stakeholders.

Em 2020, o mercado PET – no Brasil – registrou um faturamento de R$ 27,02 bilhões, de acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet). O que corrobora com o fato de as pessoas estarem mais dispostas a investir nos cuidados com seu animal de estimação.

Neste contexto, será preciso compreender como as embalagens inteligentes contribuem com o aprimoramento dos produtos PET. Continue a leitura que vamos te contar tudo.

Leia também: ESG para embalagens inteligentes!

Mercado PET

Não há dúvidas de que o mercado PET ganhou expressividade. Abaixo, destacamos os segmentos que mais contribuíram para esta evolução:

  • Pet Food: que compreende a produção de alimentos para os animais de estimação, tais como as rações secas e úmidas, e os petiscos.
  • Pet Vet: setor responsável por medicamentos. Tanto os mais comuns, como vermífugos e antipulgas, quanto aqueles que necessitam de prescrição do médico-veterinário.
  • Pet Care: trata-se da produção dos itens de higiene e limpeza, ou seja, produtos para banho e tapetes higiênicos.

Independentemente de suas características, os três segmentos possuem algo em comum: o cuidado com a embalagem. Isso porque os itens elencados acima demandam uma embalagem adequada para transporte e armazenamento. Do contrário, o acondicionamento inapropriado pode afetar diretamente a eficácia dos produtos.

A embalagem inteligente faz a diferença no produto

É importante reforçarmos aqui que, assim como outros setores, investir em uma embalagem inteligente em produtos do mercado PET traz muitos benefícios ao negócio. Dentre os quais podemos citar:

  • Reduzir custos na produção;
  • Construir a imagem da sua marca e assim, atrair mais clientes;
  • Manter o produto protegido e em bom estado de conservação;
  • Informar e fidelizar os clientes de maneira assertiva;
  • Fortalecer o posicionamento do seu negócio no mercado.

A embalagem é o primeiro ponto de contato entre a empresa e o cliente. Isso a torna um dos seus principais canais de comunicação. Por isso, estabelecer uma estratégia específica para o invólucro é fundamental para que o usuário consuma o seu produto.

E, quando falamos de uma embalagem inteligente, você eleva o seu negócio a outro patamar. Visto que, além de trazer um produto com um design atraente e informações relevantes, você transforma a experiência de consumo.

Como usar as embalagens inteligentes no mercado PET

Atualmente, existem diversas soluções disponíveis para fazer uma embalagem inteligente alinhada com as necessidades específicas do negócio.

No caso dos itens que precisam de conservação adequada, existem materiais especiais para preservar as propriedades do produto. Tudo isso para que ele sofra alterações durante o transporte, até chegar nas gôndolas.

Outros ainda demandam mais praticidade, visto que são utilizados no dia a dia. Com isso, vale investir em rótulos que tenham zíper ou alças, por exemplo. Uma alteração no invólucro, por mais simples que seja, pode melhorar a experiência de uso.

A atenção com a sustentabilidade da embalagem é muito questionada e exigida pelos clientes de produtos PET. Ou seja, uma embalagem de dimensões reduzidas e produzidas com matéria-prima menos impactante para o meio ambiente – e que não influencia nas propriedades e funções do produto – é um diferencial a ser alcançado.

Além disso, é possível imprimir tecnologias que facilitam toda a gestão da cadeia produtiva e de distribuição. Ou seja, cada elo tem acesso a informações relevantes para a etapa na qual é responsável. A vantagem disso é que, além de reduzir problemas do processo, com este recurso o consumidor pode ter a confirmação da procedência e qualidade do produto adquirido.

Para exemplificar, uma empresa de Pet Care pode imprimir no rótulo do Banho a Seco um QR Code e lá ensinar como usar o produto por meio de um passo a passo. Assim, o cliente conseguirá utilizar o produto com chances maiores de ter um resultado satisfatório.

Conclusão

Fato é que o mercado PET tem um vasto oceano para explorar as soluções de embalagens inteligentes. As marcas que investirem, certamente vão potencializar seus resultados e ganhar destaque no setor de atuação.

Quer saber como sua marca PET pode imprimir embalagens inteligentes? Converse com um de nossos especialistas para tirar suas dúvidas. O SINCPRESS oferece consultoria completa e tem amplo conhecimento de tecnologias modernas para o seu negócio.

Leia também: Qual será o futuro da bula como a conhecemos?